Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

O MENINO ESTÁ EMBRUXADO

Antes queria estar altivo,
No alto, na serra,
Esquadrinhar a terra,
Falar de bichos aos bichos,
Beijar as árvores, as faias,
Sentir as nuvens no rosto,
Pisar os cachos, fazer mosto.

Uma só erva, uma só,
Contém o amor, a verdade
Da humanidade inteira.
E as pedras como são belas!
Apaixonei-me por vós
E com que paixão, força,
Tensão íntima a ganhar volume,
Intensidade, gozo e vaidade.

Disse ao milhafre o que não vos posso dizer,
Ciúme de pobre mortal acorrentado ao chão,
Ao rebanho para repousar na sombra do castanheiro
Não vá o Sol ensandecer
E ao pastor que toque a flauta,
Sempre, sempre, que quero adormecer.

A melodia ouve-se ao longe a perder de vista.
A vista também ouve e o ouvido vê.
A gente foge do medo, mas volta ao entardecer,
Não vá a noite levar-nos em aventura.
Misericórdia, Deus da Montanha,
Misericórdia e piedade,
Arrasta-me desta colina,
Afugenta-me esta saudade.

Já não amo ninguém.
Que dor e maldade para os animais de duas patas.
Nem sequer a Santíssima Trindade.
Blasfémia, tentação do Demo.
Vá de retro Satanás, cruzes, canhoto,
Besta impaciente,
Que o menino está embruxado,
Quedou doente.


JOSÉ MARIA ALVES
www.homeoesp.org

Sem comentários: