Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

Pesquisar neste blogue

A carregar...

quinta-feira, 23 de julho de 2009

AURUM METALLICUM - MATÉRIA MÉDICA - HOMEOPATIA





Aurum é um deprimido. Tem medo da morte, mas deseja-a. Há nele uma marcada tendência ao suicídio. Está desgostoso com a vida que é um pesado fardo, falta-lhe a alegria de viver, por isso, pensa constantemente em terminar com o sofrimento psicológico que o atormenta. A vida entristece-o, desgasta-o, entedia-o. Tudo parece envolvido por pesada nuvem negra.
Desconfiado, medroso e preocupado. Inquieto.
Hipocondríaco.
Humor que melhora depois do pequeno almoço.
Preocupa-se com tudo. Irrita-se facilmente e não suporta a menor contradição, que o encoleriza. Desconfiado, sente-se odioso, detestável, quezilento. É pouco sociável.
Por vezes encoleriza-se tanto, que quer matar toda a gente, que se quer suicidar.
Desastrado, apressado, tem a sensação de que não executa as suas tarefas com a rapidez necessária. Deseja estar sempre activo, tanto física quanto mentalmente.
É um hipersensível com acuidade de todos os sentidos: à dor, aos gostos, aos odores, à audição, ao toque.
Contradição e alternâncias: canta e chora, ri e fica triste com desgosto pela vida.
Padecimentos que surgem após um amor não correspondido, a um desgosto, com intenso desejo da morte.

Dores ósseas, intensas, profundas e perfurantes, que agravam à noite. Sensibilidade ao toque com dores que irradiam ao maxilar superior.

Dores de cabeça que pioram à noite, pelo menor esforço mental. Cáries dos ossos cranianos e palatinos.
Queda de cabelo, em especial na sífilis.

Pupilas desiguais.
O doente só vê a metade inferior dos objectos, ficando a metade superior oculta por um corpo negro.

Otite com supuração crónica fétida.
Mau hálito: odor fétido, principalmente das raparigas na puberdade.

Palpitações muito fortes, visíveis nas carótidas e temporais. Pulso fraco, rápido, irregular.
O coração parece parar, para depois recomeçar os batimentos de forma tumultuosa.

Urina turva.
Orquite crónica, em especial do lado direito.

Problemas uterinos e das regras que são acompanhados de depressão profunda, agravando durante aquelas.

Dores ósseas nos membros que agravam à noite e pelo toque.
Pés inchados.


AGRAVAÇÃO: pelo ar frio; ao se resfriar; no Inverno; do pôr ao nascer do Sol; estando tranquilo; pelo esforço mental; estando deitado.

MELHORA: pelo ar quente; no calor; no Verão; de manhã.





Para um aprofundamento do estudo do medicamento, ver no site, http://www.homeoesp.org - Livros online » Matéria Médica dos Principais Medicamentos Homeopáticos, os estudos de três homeopatas de renome, que qualificámos como o A, B, C da matéria médica homeopática:
- Allen, Henry Clay
Keynotes
- Boericke, William
Matéria Médica
- Clarke, John Henry
Dictionary of Practical Materia Medica



Sem comentários: