Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

Pesquisar neste blogue

A carregar...

domingo, 26 de Julho de 2009

COCCULUS - MATÉRIA MÉDICA - HOMEOPATIA





Em Cocculus, o tempo passa demasiadamente rápido.

Fadiga mental. Tem uma enorme dificuldade de expressão, em responder às perguntas que lhe são feitas.

Depressão.

Irritabilidade.

Não suporta ruídos. Não suporta movimentos.

É intolerante à contradição.


Vertigem acompanhada de náuseas quando anda de automóvel.

Vertigem quando se levanta da cama, o que o obriga a deitar-se de novo.


Enxaqueca com náuseas, que agrava quando anda de automóvel, de barco ou até de comboio. Agrava também quando em contacto com o ar frio.

Sensação de cabeça vazia, com fraqueza dos músculos do pescoço; não consegue manter a cabeça erecta, tendo que a apoiar.


Náuseas quando anda de carro, de barco ou de comboio.


Aversão por todo o tipo de alimentos. Desejo de bebidas frias, em especial cerveja.


Eructações e vómitos.

Distensão do abdómen.
Dores agudas no abdómen.

Fezes pequenas, amareladas.

Diarreia depois de andar de carro.


As regras são adiantadas, com distensão abdominal e dores cortantes, agravando com o movimento. Fica muito fraca durante as regras.

Amenorreia com leucorreia abundante.


Tumores dos membros.

Entorpecimento dos pés quando está sentado.

Mãos entorpecidas.



AGRAVA –
pelo movimento;
viajando de carro, barco ou comboio;
pelos abalos;
pela pressão;
pelas emoções;
pelo frio;
durante as regras;
pela falta de repouso;
ao comer e beber;
pelo café;
pelo tabaco.


MELHORA –
sentando-se.


Para um aprofundamento do estudo do medicamento, ver no site, http://www.homeoesp.org - Livros online » Matéria Médica dos Principais Medicamentos Homeopáticos II, os estudos de três homeopatas de renome, que qualificámos como o A, B, C da matéria médica homeopática:
- Allen, Henry Clay
Keynotes
- Boericke, William
Matéria Médica
- Clarke, John Henry
Dictionary of Practical Materia Medica


10 comentários:

Marcia Bressane disse...

Boa tarde!

Minha filha, Isabel, tem 14 anos e é portadora da Síndrome de Deficiência de Glut-1, enzima responsável pelo transporte de glicose do sangue para o líquor. Assim, ela apresenta hipoglicorraquia. Desde 1 ano de idade ela faz a dieta cetogênica, rica em gorduras (óleos vegetais: oliva, canola, girassol…) e pobre em carboidratos. Seu metabolismo foi mudado: o cérebro alimenta-se preferencialmente de gorduras pois o organismo permanece em estado de cetose. Isso a protege de crises convulsivas. Ela tem seqüelas das crises que a acometeram no primeiro ano de vida, como atraso geral no desenvolvimento e ataxia global, com o equilíbrio bastante afetado. Só andou sem apoio aos 9 anos, em pequenas distâncias. Até hoje não consegue andar grandes distâncias.
Em 20/08/2010, iniciou tratamento com Cocculus 12 DH (3 gotas à noite) e está obtendo melhora significativa.É difícil ela cair (antes vivia caindo), agora só acontece quando está muito cansada, e sua coordenação motora geral também melhorou.
1- Quero saber se devo continuar com o medicamento (o vidro está acabando).
Devido à dieta, ela já teve inúmeras infecções urinárias e litíase 5 vezes. Há alguns anos ela está ótima e só ocorreu um episódio de cistite neste ano , a qual tratou com norfloxacino 400 mg. Talvez tenha ocorrido devido às mudanças hormonais da idade. Ela teve um grande e rápido desenvolvimento corporal, mas ainda não menstruou.
2- É possível fazer um tratamento preventivo para cistite? Qual o medicamento mais indicado?
Devido à dieta, ela tem o ácido úrico um pouco elevado (o colesterol e triglicérides estão normais).
3- Ela está tomando Lycopodium 4DH desde agosto de 2010 e fará exames em dezembro ou janeiro. Deve continuar? (parece que a rinite alérgica foi controlada por ele, inclusive)
Além de homeopatia, ela ingere uma fórmula de vitaminas e sais minerais, outra fórmula para controlar a acidez na urina (citrato de potássio, aspartato de magnésio e piridoxina), que foi o que controlou as I.T.U.s de repetição; além de L-carnitina (200 mg ao dia) para auxiliar no metabolismo das gorduras.
A dieta está bem controlada e por sua vez, as crises convulsivas também, mas ainda nos preocupa muito o fato dela chegar extremamente cansada da escola e nos fins de semana ela fica com as pernas endurecidas e não quer saber de caminhar em parques. Antes, ela tinha contrações/ espasmos musculares (sem
dor) e ficava falando mole, enrolando a língua, e ás vezes nem conseguia comer. Os sintomas melhoravam após deitar e descansar, e comer. Depois de pesquisar muito, resolvi dar 50 ml de água de côco assim que ela chega da escola e ela melhorou muito. Já consultei vários médicos… Sua dieta é super restrita, ela consome gorduras na proporção 4:1 para proteínas e carboidratos (frutas e legumes em quantidades mínimas). Tudo é pesado e ela não consome açúcar, farináceos, grãos… Um conhecido me indicou Aloe Vera por ajudar no transporte de substâncias pelo corpo mas ainda não pude pesquisar a fundo. Sei que pode ter efeitos colaterais.
4- Gostaria de dar para ela um medicamento homeopático que auxiliasse no seu estado geral de disposição. Li sobre o Cocculus e tem muito a ver com ela.
Muito obrigada pela atenção,

Marcia

José Maria Alves disse...

Boa tarde Marcia

É um quadro complexo.
A filha tem sido assistida por homeopata?

Conviria estudar o seu simillimum, o que só poderá ocorrer numa consulta directa e em interrogatório presencial.

Assim, sugiro, que seja observada por médico com especialidade em homeopatia.

De qualquer modo, conte sempre comigo - auxiliarei na medida das minhas possibilidades.

Abraço e as melhoras.

Zé Maria Alves

Marcia Bressane disse...

Bom dia!

Conhece algum médico homeopata em São Paulo (capital)?
Sei que é um caso complexo, mas apesar de tudo ela está ótima e tem uma saúde muito boa. Enquanto não encontro o seu simillimum, quero saber sobre o Cocculus: é para continuar com a mesma dosagem (12 DH)? Todos (mesmo sem saber) notaram melhora significativa na parte motora. Eu a filmei antes de iniciar o tratamento e 1 mês após. Posso enviar.
Muito obrigada pela atenção

Marcia

José Maria Alves disse...

Boa noite Marcia

Eu resido em Portugal e, não estou de momento a manter contactos com médicos de S. Paulo.

Se existe alguma similitude com o COCCULUS e as melhorias são evidentes, apesar de lentas, eu optaria por um complexo com o mesmo medicamento, ou seja, 3 potências preparadas no mesmo frasco »
- COCCULUS 6 CH
- COCCULUS 30 CH
- COCCULUS 200 CH

Toma 3 gotas por dia durante 15 dias, no fim dos quais reavaliamos.

Um abraço e as melhoras.

Zé Maria Alves

Marcia Bressane disse...

Bom dia!

Muito obrigada pela sua generosidade. Vou tentar.
Já consultei vários médicos homeopatas, mas nunca tive tanta identificação e afinidade com os medicamentos como tenho pelos indicados no seu blog. Já me curei de crises de sinusite e de coluna, por exemplo, mais rapidamente do que até com medicamentos alopáticos. Estou até tratando o meu cachorro com arnica 4dh e ele não manca mais, resultado mais rápido e duradouro do que quando tratava com antiinflamatórios...

Meu profundo agradecimento,

Marcia

José Maria Alves disse...

Boa noite Marcia

Esperamos que as melhorias sejam mais palpáveis.

Um abraço e dê notícias.

Zé Maria Alves

Marcia Bressane disse...

Bom dia!

Estou com uma dúvida: é melhor dar o complexo de Cocculus pela manhã, em jejum, ou à noite, antes de dormir?
No fim de semana ela estava muito cansada e mal conseguia andar (já estava tomando o complexo). No domingo à noite, a surpresa: ela ficou menstruada pela primeira vez. Foi um alívio pois já havia preocupação por não menstruar e o quadro de indisposição estava explicado. Ela tem passado bem, melhorando à cada dia, e sem cólicas!

Muito obrigada e um grande abraço,

Marcia

José Maria Alves disse...

Boa noite Marcia

Fico feliz pelas melhoras.

Eu optaria por fazer o complexo de manhã.
Analise a reacção e se necessário experimente alternar com o período da tarde e do anoitecer.

Um abraço.

Zé Maria Alves

Marcia Bressane disse...

Boa tarde!

A Isabel tem passado muito bem. Nas férias escolares saímos pouco e ela pôde descansar bastante. Sua melhora é nítida: está andando melhor e mais depressa, não cai mais e seu raciocínio e memória avançaram bem.
Não percebi diferença em relação ao horário de administração do complexo.
Devo continuar com ele e nas mesmas diluições?

José Maria Alves disse...

Boa noite Marcia

Continue com o complexo nas mesmas diluições, mas faça uma pausa - um dia por semana, não toma.

Em função de nítidas melhorias, comece a espaçar - ex. dia sim, dia não.

-------------------------------


No entanto, agradeço que pesquise o artigo referente à sugestão de tratamento através do método da AUTO-ISOPATIA ENERGÉTICA (vale a pena tentar; estou certo de que se irá espantar com as melhorias obtidas!).

Digite no pesquisador do meu blogue pessoal: AAA (para facilitar a pesquisa).
www.josemariaalves.blogspot.com

Aí encontrará todas as indicações necessárias à preparação do medicamento.

Um abraço e a continuação das melhoras.

Zé Maria Alves