Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 24 de julho de 2009

PLUMBUM METALLICUM - MATÉRIA MÉDICA - HOMEOPATIA






Depressão.
Ansiedade. Medo de ser assassinado. Medo de ser envenenado.
Pensamentos deprimentes à noite com insónia.
Imaginativo.
Mania religiosa.
Mentiroso compulsivo.
Sozinho parece normal, mas acompanhado simula doenças. Tenta mesmo enganar o médico.
Timidez.
Agitação.
Tendência ao suicídio.
Fatigado mental e fisicamente.
Perda de memória: não encontra a palavra correcta para se expressar.
Aversão ao trabalho.
Convulsões do tipo epilépticas.

Rosto pálido, por vezes acinzentado, expressão de sofrimento.
A pele é gordurosa e brilhante.

Pupilas contraídas.

Gengivas inchadas, com margens azuladas.
Língua seca, trémula.

Contracção do esófago. Não consegue engolir alimentos sólidos.
Cólicas intensas que melhoram pela pressão. O abdómen está endurecido. Sensação de aperto.
Dores abdominais que irradiam para todo o corpo, obrigando-o a deitar.
Prisão de ventre.
As fezes são duras, do tipo bolas, negras, como as das cabras.
Sensação de ânus retraído.

Palpitações ansiosas.

Dificuldade em urinar. Urina escura. Urina pouco de cada vez.

Impotência.

Regras atrasadas. Dismenorreia.
Vaginismo.

Atrofia muscular progressiva.

Pele seca e de cor amarelada.


AGRAVAÇÃO: à noite; pelo movimento.

MELHORA: pela pressão forte; por fricções.





Para um aprofundamento do estudo do medicamento, ver no site, http://www.homeoesp.org - Livros online » Matéria Médica dos Principais Medicamentos Homeopáticos, os estudos de três homeopatas de renome, que qualificámos como o A, B, C da matéria médica homeopática:
- Allen, Henry Clay
Keynotes
- Boericke, William
Matéria Médica
- Clarke, John Henry
Dictionary of Practical Materia Medica


2 comentários:

Anónimo disse...

Qual é o tempo de vida do plubum ? É que na verdade vou fazer um trabalho que precisa do tempo de vida do plubum, atuação do plubum e a alteração do plubum

José Maria Alves disse...

Boa tarde Amigo(a)

Bom, o tempo de vida de um medicamento homeopático no organismo humano depende de vários factores, nomeadamente, o terreno próprio do enfermo ou do experimentador e as potências utilizadas.

Para uma dose de 30 CH (dose única), tem uma acção de 20 a 30 dias - este é um estudo confirmado por homeopatas clássicos (Gibson Miller, aluno de kent e Jahr).

Um abraço.

Zé Maria Alves