Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 24 de julho de 2009

PSORINUM - MATÉRIA MÉDICA - HOMEOPATIA




Está sempre com frio. Agasalha-se no Verão. Tem falta de calor vital, nunca se sentindo completamente aquecido. Debilidade e fraqueza.
Nervoso, agitado, sempre em movimento. Sobressalta-se facilmente.
Facilmente desesperado. Não acredita no sucesso dos seus empreendimentos, pensa que tudo lhe vai correr mal. Complexo de inferioridade. Tem maus pressentimentos e muitos medos. Melancolia religiosa.
Relativamente à sua doença, sente-se incapaz de vislumbrar uma luz ao fundo do túnel, já que os tratamentos não produzem efeitos benéficos mesmo que bem escolhidos. A doença parece não ter fim, tudo para ele é triste e sombrio pensando que vai morrer.
É um indivíduo ansioso, triste, deprimido, que pensa na morte e chega a querer pôr fim à vida. Tem medo da morte, medo da sua salvação, medo de falhar no trabalho.
Angústia que agrava durante as refeições ou por epistaxe.
Insónia por pruridos. Insónia por sonhos de ladrões e outros de carácter assustador.
A criança está bem durante o dia, mas agita-se, inquieta-se e grita durante a noite.
Está de boa disposição física e mental no dia que precede uma qualquer manifestação mórbida.
Grande sensibilidade ao ar frio ou às mudanças de tempo. Nervoso, inquieto e agitado, antes ou durante uma tempestade.

Enxaqueca do tipo periódico. Retorna a cada oito, quinze ou vinte e um dias.
Enxaqueca que se segue ao aparecimento de manchas escuras perante os olhos e que agrava pelas correntes de ar e melhora quando o paciente cobre a cabeça aquecendo-a ou quando come. Tem fome durante a enxaqueca.
O couro cabeludo tem erupções secas com supurações de odor forte.
Todas as formas de acne que agravam durante as regras, pelo café, os doces e pela carne.

Fotofobia intensa com inflamação das pálpebras. Não pode abrir os olhos.

Prurido nos ouvidos. Otite com corrimento de pus, de odor pútrido, de carne podre.
Eczema por trás das orelhas. Crostas com corrimento fétido.

Lábios secos. O lábio superior está inchado.
A língua está seca, em especial na ponta.
Muito mau hálito.
Fome anormal. O paciente chega a levantar-se durante a noite para comer.
Deglutição dolorosa que faz com que os ouvidos doam.
Eructações que têm o gosto e odor a ovos podres.
Diarreia brusca, urgente, aquosa, escura, de odor pútrido, que agrava da uma às quatro horas da manhã.
Prisão de ventre por inactividade rectal.

Febre do feno. Aparece anualmente no mesmo dia do mês.
Infecções da garganta. Amigdalite aguda de repetição.
Tosse crónica que surge todos os Invernos, com expectoração espessa, esverdeada, de difícil expulsão acompanhada de náuseas, que agrava ao acordar ou ao deitar. A tosse alterna com uma erupção cutânea. Sensação de feridas atrás do esterno.
Asma que agrava ao ar livre, sentando-se e melhora deitado com os braços em cruz.

Leucorreia abundante, espessa, de odor cadavérico.

O corpo está todo dorido. Aleija-se e faz entorses com facilidade.
Debilidade das costas.
Fraqueza das articulações que parecem deslocadas.

Pele doente, de aspecto sujo. Tendência anormal às afecções dermatológicas.
O corpo tem um odor extremamente desagradável, cadavérico, mesmo depois do paciente ter tomado banho.
Erupções de todos os tipos. Erupções secas que surgem no Inverno e desaparecem no Verão e que alternam com outras moléstias, como tosse ou asma.
Pruridos que agravam pelo calor da cama, depois do banho e não melhoram quando o doente se coça. São tão intoleráveis e desesperantes que o paciente não consegue adormecer.


AGRAVAÇÃO: pelo frio; no Inverno; pelas mudanças de tempo; antes de uma tempestade; durante a tempestade; caminhando; pelo contacto.

MELHORA: pelo calor; no Verão; comendo; estando deitado.





Para um aprofundamento do estudo do medicamento, ver no site, http://www.homeoesp.org - Livros online » Matéria Médica dos Principais Medicamentos Homeopáticos, os estudos de três homeopatas de renome, que qualificámos como o A, B, C da matéria médica homeopática:
- Allen, Henry Clay
Keynotes
- Boericke, William
Matéria Médica
- Clarke, John Henry
Dictionary of Practical Materia Medica

Sem comentários: