Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

MILAREPA (séc. XII) - SOU O REPA DO DESERTO...


Sou o Repa do deserto, cercado de prodígios.
Durante os meses de Verão, medito nas neves dos cumes desertos.
Onde o ar é vivificante e estimula a saúde.
Durante os meses de Outono, mendigo:
é a época dos cereais que alimentam o corpo.
Durante os meses de Inverno, medito nas florestas profundas,
espesso véu contra a rudeza dos irados ventos.
Durante os meses de Primavera vivo nos pastos:
lugar onde o corpo se purifica dos seus humores.
Meditar sem distracção, Verão e Inverno,
previne as misérias que destroem o corpo de carne.
A atenção por muito tempo sustida sem interrupção
é a arma para combater os cinco venenos da alma.
Tomar por alimento o que se encontra
é a melhor prova de temperança.
A dedicação constante à religião
é a melhor forma de ser eremita.

Tradução de Maria Jorge Figueiredo

Sem comentários: