Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

COSTACHE CONACHI (1777-1849) - FINO-ME, QUE DOR ME ARDE!





Fino-me, que dor me arde!
De quem pena hei-de querer?
Tudo é sem dó nem piedade,
Tudo diz: morre a sofrer!

Nem suspiro, nem lamento,
Nem ferida em peito a arder
Trazem dó, mas sim tormento...
Tudo diz: morre a sofrer!

Peço à gente, rezo ao santo,
Se o dó alívio me der...
Não há dó pelo meu pranto,
Tudo diz: morre a sofrer!

Morte chamo, tarda a morte,
Não se chega a quem a quer.
Tudo é cruel co´a minha sorte...
Tudo diz: morre a sofrer!

Tradução de Doina Zugravescu

Sem comentários: