Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

MIRABAI (1503-1573) - ENQUANTO O MUNDO DORME





Enquanto o mundo dorme
Eu permaneço acordada
Num glorioso palácio de prazer
Sento-me vigilante
E vejo uma rapariga abandonada
Com uma grinalda de lágrimas
Que passa a noite a contar
As estrelas a contar as horas
Que a separam da felicidade

Se eu soubesse que
O amor e o desespero
Andam de mãos dadas
Teria pegado num tambor
Para proclamar pela cidade
Que o amor foi banido para sempre

Tradução de Jorge de Sousa Braga

Sem comentários: