Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

POESIA CELTA (século XVII) - PENSAMENTOS DE MORTE



Quando um homem passa dos quarenta
Pode ainda mostrar o vigor
De uma árvore coberta de folhas.

Mas ao ouvir o ruído de um túmulo
Que se descerra e abre
Mudam-se as cores da sua face.

Tradução de José Domingos Morais

Sem comentários: