Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

POESIA GREGA (século VII a.C.) - CANÇÃO DA ANDORINHA





Chegou, chegou a andorinha,
trazendo os belos dias
e a bela estação:
alva no ventre
negra nas costas.

Da casa abastada,
não vem um docinho,
um copo de vinho,
um cesto de pão
e trigo? E lentilhas,
tão-pouco as enjeita
a andorinha. Então, dás ou não dás?
Se alguma coisa deres... Se não, não vos largamos!
Ou vos levamos a porta ou a padieira
ou a mulher que está sentada lá dentro.
É pequena, fácil é levá-la.
Mas se algo me deres, traz coisa grande!
Abre, abre a porta à andorinha,
que nós não somos velhos, apenas meninos!

Tradução de Maria Helena da Rocha Pereira


Sem comentários: