Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

THOMAS LOVE PEACOCK - (1785-1866) - OS TRÊS MARINHEIROS





Olá marinheiros! Que homens sois vós?
Os Magos de Gotham que seguem a sós.
Aonde assim firme, essa casca de noz?
Partir o luar numa esteira veloz.
A barca vai bem. O luar é um espelho.
O lastro que temos é só vinho velho,
O lastro que temos é só vinho velho.

E tu, quem és tu, ao gosto das ondas?
Eu sou tudo aquilo a que chamam Tristeza.
Terás alegria aonde te escondas.
A bordo de um barco não posso estar presa.
Porque é que não podes? Os deuses me mandam:
Em cascas de noz tristezas não andam,
Em cascas de noz tristezas não andam.

E medo não tendes do eterno rolar?
A barca em que vamos é barca encantada.
Que encanto tão estranho vos faz flutuar?
As vagas não podem saltar a amurada.
A barca vai bem. O luar é um espelho.
O lastro que temos é só vinho velho,
O lastro que temos é só vinho velho.

Tradução de Jorge de Sena

Sem comentários: