Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

domingo, 6 de dezembro de 2009

POESIA PARA CRIANÇAS (85) - ANTÓNIO BOTTO - PALAVRAS DE UM AVESTRUZ TODO GRIS





Arrancam-me as penas
e eu sofro sem dizer nada:
- Sou ave
bem educada.

E, se quisesse,
podia
morder-lhes as mãos morenas,
a esses
que sem piedade
me roubam estas penas que me cobrem;
e, no entanto,
sem o mais breve gemido,
o meu corpo
vai ficando...
Desguarnecido...

E elas,
aquelas
que se enfeitam, doidamente,
com estas penas formosas
- que são minhas!
passam por mim, desdenhosas
em gargalhadas mesquinhas.

Sim; eu sofro sem dizer nada:
- Sou ave
bem educada.

ANTÓNIO BOTTO


JOSÉ MARIA ALVES
http://www.homeoesp.org

Sem comentários: