Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

ZHANG KEJIU (século XIII) - NOITE DO RIO





Rio de águas límpidas a lua brilha no rio
mas quem é que no rio toca a cítara?
À beira do rio ouço por entre lágrimas
o rio encher-se de um rumor de longo desespero

Tradução de Albano Martins

Sem comentários: