Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 17 de março de 2010

CESÁRIO VERDE (1855-1886) - ANTOLOGIA POÉTICA - INTRODUÇÃO





Neste nosso sítio, desfilam centenas de poetas portugueses, de língua portuguesa e estrangeiros.
Alguns mais apreciados que outros, alguns mais conhecidos, outros menos.

De entre os poetas portugueses editei antologias de Luís Vaz de Camões, Camilo Pessanha, Teixeira de Pascoaes, António Botto e Fernando Pessoa.
Se muitas faltas podemos cometer, olvidando nomes grandes da arte poética, um nunca poderia ser esquecido: Cesário Verde considerado como o maior poeta português de finais do século XIX.

Cesário verde nasceu a 25 de Fevereiro de 1855, na cidade de Lisboa.
Com dezoito anos publicou em jornais da época os seus primeiros poemas.

Frequentou o Curso de Letras onde veio a conhecer Silva Pinto, um verdadeiro amigo, que escreveria:
“Encontrámo-nos e ficámos amigos – para a vida e para a morte. para a vida e para a morte.”

Foi este seu excelente amigo que compilou o denominado “Livro de Cesário Verde”, publicado em 1887, com 22 poemas dos 40 conhecidos do poeta.

Cesário Verde faleceu com 31 anos, no dia 19 de Julho de 1886.


Neste blogue, já estão editados alguns poemas, nomeadamente a obra-prima de Cesário: “O Sentimento de Um Ocidental” – ver ETIQUETAS no fim da página.


JOSÉ MARIA ALVES
http://www.homeoesp.org/

Sem comentários: