Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 29 de março de 2010

GUILLAUME APOLLINAIRE - MARIZIBILL






Na Rua Alta de Colónia
Ela ia e vinha durante a tarde
Graciosa a todos se oferecia
Depois cansada bebia
Até tarde nas cervejarias de má fama

Ela perdera-se de amores
Por um chulo ruivo e rosa
Era judeu cheirava a alho
Tinha-a tirado vindo da Formosa
Dum bordel de Xangai

Conheço pessoas de todas as cores
Não igualam os seus destinos
Indecisos como folhas mortas
Os seus olhos são fogos mal extintos
Os corações rangem como portas


Tradução de Jorge Sousa Braga

Sem comentários: