Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 26 de março de 2010

GUILLAUME APOLLINAIRE - ORAÇÃO


Quando eu era criança
A minha mãe vestia-me de azul e de branco
Oh Virgem Santa
Ainda me amais
Eu sei
Que vos hei-de amar
Até morrer
E contudo deixei de acreditar
No céu e no inferno
Deixei de acreditar
Mas no fundo sou parecido
Com o marinheiro que se salvou
Por nunca se ter esquecido
De rezar
Cada dia
Uma Avé-Maria

Sem comentários: