Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

domingo, 7 de março de 2010

SERAFINO D´AQUILA (1466-1500) - ESTRAMBOTE





Que fazes, Morte? Minhas cinzas deixas?
Pois que é perdido em dor todo o meu bem,
Depressa chega, e faz cessar as queixas
Dess´alma aflita que a meu peito vem.
Que se não a expulsas do já frio peito
Sempre à fortuna viverei sujeito.

Tradução de Jorge de Sena

Sem comentários: