Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

CREPÚSCULO






O crepúsculo venceu hoje a aurora
Depois do mistério da noite
Ter consumido meia vida
Em meia-noite vivida

O medo ergueu-se com a alba
Para que ela o pudesse contemplar
Na sua forma quase divina e etérea

Loira serpente das profundezas do desejo

A Senhora da Noite Obscura
É a minha paixão incognoscível
Luminosa estrela de braços esplendorosos
Meia-noite
Meia-vida
Meia existência perdida

A sombra explode em rosas luminosas
Florescem os seios da manhã a amamentar lírios
No mar azul-celeste de espuma ígnea
Jardins suspensos rejubilam
Ao marulhar de rochedos disformes

Um espectro diáfano perfila-se
Imagem sacra de pedra
Guardiã dos portais de catedral
De papel de seda rosa
Enquanto o Sol dói ao nascer

No dia sombrio um rio espelhado
Percorre as margens do cérebro
O mistério escorre lânguido
Pela ponta dos compridos dedos
Da noite anunciada
A montanha é um beijo áspero rude exacto
E o lago acetinado acaricia melancolicamente o afogado
No casamento da alegria com a dor
Da vida com a morte
Celebrado no campanário do crepúsculo
À vista dos dons de misericórdia
Do Inferno dos Céus
No fim da avenida do Enforcado

A noite veste-se de luar depois do dia se desnudar
Um mundo magoado enraíza-se entre blocos de granito cinza
O vento brame
A noite em êxtase
As trevas balbuciam orgasmos nas copas virgens dos pinheiros
O vento
Gemente
Chora lágrimas de folhas secas
Rasga o peito das sombras com o espinho da solidão
Num corpo de mulher enevoada

Meia-noite
Meia-vida
Meia existência despedaçada


JOSÉ MARIA ALVES
http://www.homeoesp.org

7 comentários:

Anónimo disse...

José Maria,
Primeiro para dizer que estou encantada com o seu blog, pela sua ajuda e pelos poemas que escreve.
Segundo queria a sua ajuda. Estou precisando muito emagrecer. Eu sou uma pessoa muito ansiosa e à noite como muito, sempre tenho muito apetite e quando estou perto das regras me sinto ainda mais ansiosa e como mais, o que já me fez engordar muito. Sofro com a TPM e sinto as pernas inchadas. Tenho 28 anos e preciso emagrecer.
O que devo tomar?

Anónimo disse...

José Maria, bom dia!
Me ajude a resolver dois problemas? Um eu queria saber se existe homeopatia para verminose, trabalho em uma creche de assistência social onde tem muitas crianças e adultos com vermes e em condições de higiene muito difíceis. Existe homeopatia para isso?
A outra questão é para acalmar os cachorros. Eles estão muito agitados, falta atividades para eles, um tem ciúmes do outro, impossível tentar educá-los e ainda estragam tudo da casa. O que posso dar para acalmá-los??

José Maria Alves disse...

Boa noite Amiga

Bem Haja pelas suas palavras.

Vamos tentar diminuir o apetite, com apenas um medicamento (julgo que será suficiente).

IODUM 3 DH, 3 gotas 4 vezes por dia.

Passados que sejam 15 dias de tratamento dê notícias para que possamos reavaliar.

Um abraço e as melhoras.

Zé Maria Alves

José Maria Alves disse...

Boa noite Amiga

1. VERMINOSE - No estado actual de conhecimentos, tem-se considerado que o tratamento alopático é necessário para eliminar os vermes intestinais.
Assim, o tratamento homeopático, apenas servirá para suprimir os problemas reflexos da infestação intestinal por vermes e, para preparar o "terreno" que favorece nas crianças a acumulação de vermes.
Ora, com deficientes condições de higiene, é evidente que esta última acção medicamentosa terá um ínfimo sucesso.

Os homeopatas clássicos (princípios do século XX), tinham tratamentos para a eliminação dos vermes, mas hoje, estão superados pelos medicamentos alopáticos, atenta a sua aimplicidade e eficácia.

2. - QUANTO AOS CACHORROS
Elabore um perfil psicológico de cada um dos cachorros e descreva-me os detalhes do seu relacionamento.
Para além do perfil » sexo, raça, peso e doenças de que padeceram.

Um abraço.

Zé Maria Alves

Anónimo disse...

Sobre os cachorros, vamos lá!
Os que vivem na casa, possuem espaço para o jardim. São 3, sendo um vira-lata (macho)foi adotado não sei bem a idade, uma pug de 1 e 8 meses e uma buldogue campeiro de 1 ano (fêmeas). A bulgogue é a mais nova e é bem ciumenta. Os três se relacionam super bem, brincam, mas se chegamos perto eles nos disputam. A pug tem problemas de pele as vezes, queda de pelo e coça/lambe as patas. O vira-lata tem muito energia, quer brincar sempre e nunca cansa e a buldogue quando nos ve não pára de pular em cima e não deixa nem mesmo encostarmos nos outros. Estes três moram comigo e com meu marido.
Tem outros dois da raça lhasa apso que ficam no apartamento da minha amiga. São histéricos, latem demais, mordem os outros, destroem a casa e nada sossega o comportamento deles.
Ao todo são cinco cachorros, três meus e dois dela. Temos esperança???
Obrigada, Zé Maria!

José Maria Alves disse...

Boa tarde Amiga

Vamos ver se lhe conseguimos amenizar o problema - se isto com os nossos amigos de duas pernas já é complicado, imagime quando são os nossos excelentes amigos de quatro patas... (estou a sorrir)

1. - OS DESTRUIDORES
STRAMONIUM 200 CH, 2 gotas duas vezes por semana.

2. - A CIUMENTA
HYOSCIAMUS 30 DH, 2 gotas de 3 em 3 dias

3. - O HIPERACTIVO
STRAMONIUM 200 CH, 2 gotas 2 vezes por semana
ARSENICUM ALBUM 200 CH, 2 gotas uma vez por semana.

4. - O "SARNENTO" (não leve a mal: o que tem problemas de pele)
ARSENICUM ALBUM 200 CH, 3 gotas duas vezes por semana.

Procurei adequar os medicamentos ao conjunto de amigos, de modo a que não se veja obrigada a gastar muito.

Pode ministrar as gotas misturadas com água mineral, por intermédio de uma seringa (sem agulha!... estou a sorrir novamente). Misture-as em dois ml de água.

Um grande abraço e as melhoras da CONFUSÃO.

Dê notícias ao fim de 30 dias de tratamento.

Abraço.

Zé Maria Alves

Anónimo disse...

Muito agradecida mesmo! Daqui um mês te dou notícias da cachorrada (espero que já sem sarna e destruindo menos a casa)!!!!!!!!
Grande abraço,