Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sábado, 30 de outubro de 2010

NO DIA DO ACORDO DO ORÇAMENTO




Num dia em que mais nada me ocorre no Reino-do-Faz-de-Conta
Era a história simples de uma princesa-abóbora real e duradoura como a constelação de Órion Na noite escura de nuvens ociosas levantava os braços-punhais ao céu chorando solenemente dias como todas as princesas que o são de nascimento e não de compra Elegante vestia cetins debruados a chita para agradar ao povo doente dos olhos mais doente da mente O pai ministro primeiro mentia naturalmente com a naturalidade das ondas que se desfazem em lixo no areal A mãe era meretriz aposentada sem eira nem beira que ainda esboçava por aqui e por ali um jeito da sua extinta graça
Deste modo cresceu
O pai mais mentiroso a mãe mais puta do que nunca
Um dia em que os trovões se divertiam a fazer estalar os vidros do céu surgiu do reino Do-Não-Sei-Quê um príncipe encantado de desencantos tantos que mais vale calar e de quem se enamorou Anunciada a boda casou
Com o casamento ficou a família destroçada
Pai mentiroso
Mãe puta
Noivo bobo
Filha para sempre desgraçada

Sem comentários: