Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 26 de abril de 2011

A MISANTROPIA DE SCHOPENHAUER



Schopenhauer tinha um carácter discutidor. Pode dizer-se que foi à sua maneira, um estranho misantropo.
No entanto, tinha um cão chamado Butz com quem conversava amiúde e com quem se entendia muito bem, à excepção de esporádicos episódios em que se irritava com ele.
Nesses momentos, injuriava-o com o nome de Humano.

Também eu, quando me zangava – o que muito raramente acontecia – com o João Pestinha, meu amigo de quatro patas, lhe chamava Gajo.




Sem comentários: