Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sábado, 27 de agosto de 2011

O TECTO DO MUNDO




O vento ruge nos pinheiros anões
Sibilante na urze rasteira
O rebanho junta-se a Poente da Casa da Floresta
Um cão encrespado fareja a rajada solitária
O Tecto do Mundo enegrece súbito
Grossas gotas de água tombam das encostas do céu
A chuva aumenta enchendo de água as depressões dos carreiros desertos
O Pastor abriga-se cobrindo-se de telhas partidas pelo gelo e murmura em esquiva linguagem o desconforto da humidade


Sem comentários: