Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

AFÁVEIS COMO VERMES




Folhas caem no pântano em Tróia
Cadmo à pressa se vestiu no sono profundo
Oh pára de falar dessas mãos de vento com quem conviveremos chegada a hora
As plantas altas de seda verde corroem os nenúfares dos cumes desertificados na manhã orgulhosa de bico pontiagudo
Os espíritos planam nas vias estranhas dos resgates das determinações lamacentas e inefáveis
E nós estamos aqui a reinventar a vida
Afáveis como vermes


Sem comentários: