Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

domingo, 16 de outubro de 2011

DOR E MORTE NOS CAMINHOS DESERTOS




Dor e morte nos passeios noite após noite
Na montanha donde nascem as estrelas
Nos corpos rasgados
Chagados
Que em vão soletram a palavra amor

À tarde
Num pasquim
Num frio altar
A fotografia
Da cidade em chamas

Que bom que é
A dor sem doer
A morte sem morrer

Afastei-me da cruz
Não mais a carrego
Abominável tempo gasto na maré vazia do espírito em circulação
Deambulante

Reconheço o Sol que se levanta
O mesmo que se deita
A Lua nascente
As lágrimas vertidas
A arrancar com ferocidade o peito das flechas sanguinárias
E as veias salientes
Das carícias e dos beijos
A crescer no asfalto
Dos caminhos desertos



http://www.homeoesp.org/livros_online.html

Sem comentários: