Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

AMOR DE VERDADE







Naquele tempo
Por tantos esquecido
Ela era magra
Rosto trigueiro
Sardenta
Esquiva

Eu era tão jovem

Para amar
Bastava-me olhar
E reter
A imagem
Dela

Não era o corpo
Que procurava
Mas o sorriso
Os gestos
A inocência
Das palavras
E aquele jeito
Tão especial de andar

Amava tanto
Aquela virgindade
Que dou comigo a pensar
Que o Amor de verdade
Está contido num olhar




Sem comentários: