Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

ODES - 102



Quando eu perecer
Comigo hão-de morrer
As rosas
Os ciprestes
Os lábios vermelhos
E o vinho perfumado

Nem mais uma aurora
Nem crepúsculo
Dores alegrias
Sofrimento

O mundo deixará de existir

O mundo só é real
E só pode ser vivido
Como efeito do pensamento
De limitado cérebro nascido


Versão JMA


http://www.homeoesp.org/livros_online.html

Sem comentários: