Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

ODES - 49





Um narciso na margem do ribeiro
Oscila ao sabor da brisa

Não brotarão as suas raízes
Dos lábios de uma mulher?

Que os nossos passos
Sejam leves
Acariciando a erva tenra
Frágil
Que cresce viçosa no lameiro

Talvez tenha nascido das cinzas
De belos rostos onde já vingou
A claridade das túlipas encarnadas


Versão JMA


http://www.homeoesp.org/livros_online.html


Sem comentários: