Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

domingo, 24 de março de 2013

A BONECA DE TRAPOS





uma mesa giratória no canto da sala água-marinha
um pássaro de plumas marfim escuta estático a voz de falso tenor do piso inferior

açaimada aos anos percorridos no breu pela velha estatueta de bronze
está a boneca de trapos com o sorriso aberto à brisa que vem do rio

a senhora idosa tão inclinada e absorta
fareja a tiritar o local do crime original
sem a remissão de bula expiatória por discordância com a divindade irada

a grandeza melancólica dos espíritos peregrinos
eternos descobridores da maresia silenciosa e retráctil
assola as horas tão vastas como lendas conspícuas

os vales verdejantes enegreceram
e sobre as cem mil colinas nem uma águia real ousou voar




2 comentários: