Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 1 de abril de 2013

SEU NOME SIMPLESMENTE TRISTEZA





a poeira cegara-o
um livro manchado com borra de café do orgulho ferido
atravessou a manhã submersa em quimeras e ajustes de contas

as casas dispersaram-se ao sol radiante de telhas alheias

recebeu cartas de fumo tormento e lume
perdeu de vista o mundo alheara-se
do rumo traçado num aeroplano feito de folha de caderno de escuma

o destino cumpre-se na sonda celeste do interior perfumado
de cada flor de cada lâmina verde-opaco verde-borro
execrável secreção terminal do quotidiano 

era o seu gemido de lágrimas silenciosas dor a aderir
à pele vermelha por dentro a brotar angústia pelos poros geados por fora
seu nome simplesmente tristeza





Sem comentários: