Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 1 de abril de 2013

TEMPO DE AMOR FÉRTIL





chuva da noite passada na reclusão de inverno
em profundas raízes floresce o meio-dia das estrelas

não durmo
a noite espreguiça-se com os caninos semicerrados
deixando a rua enlameada e triste alheia ao ribeiro de águas mornas e pacíficas

o mundo não é o que nos parece e muito menos
o que de mãos postas nos promete

no odor dos pinheiros resinados em florestas imensas
está o tempo do amor fértil que se esgota




Sem comentários: