Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sábado, 12 de outubro de 2013

COMPAIXÃO DE POBRE




a pobrezinha
descalça
na estrada geada
mendigava
um quarto de trigo
uma sopa
um naco de pão
coisa qualquer
pouco mais que nada
o que deus quisesse
naqueles tempos 
de negra fome

o desembargador
homem rico da freguesia
olhou-a com ar irado
mandou-a trabalhar
a pobre
sem forças
sem amparo
sem marido a seu lado
apenas um filhinho
sabe deus de quem
que faminto chorava

e continuou estrada fora
com frio e fome
a carregar nos braços
o pecado que em vida
nunca lhe foi perdoado

neste dia de todos os santos
vejo o teu rico jazigo
homem de leis abastado
impiedoso e celerado
e sei que por teu acto
naquele inverno
ardes hoje no inferno
em pecado
de que nunca 
serás inocentado

enquanto a pobre no paraíso
santa alma de amor
reza por ti juiz iníquo
o perdão a nosso senhor





Sem comentários: