Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

GENTE FRANZINA




não alcanço o entendimento das sensaborias da frivolidade     o prazer da discórdia a aura negra das salas escarlate dos comensais de grifos

tudo arde de invídia na idolatria da substância brutal 
paganismo da realidade

lastimam-se como animais acorrentados na mais pútrida das masmorras     no dorso vergado o pesadume de todos os pecados do mundo     oh o vaga-lume da autocompaixão queixume depresso da insatisfação
aziagos do nada no reino do tudo     infortúnio da vontade conveniente
apeçonhentam a placidez aquosa dos aclamados cobiçando a concórdia como se o espírito se dissolvesse na matéria anelada

franzina é esta gente





Sem comentários: