Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sábado, 12 de outubro de 2013

SANTA SÓ A MADRUGADA




cores que tiritam na vegetação     seios paramentados uma exigência de falso pastor
há um mar de chuva ácida no centro do céu das promessas

escrevo um conjunto de orações brandas
salmos de outras bandas que não as tuas

senhoras em casa     putas na rua
nem todas possuem este carisma     em tempo de trevas célere o apreendem     apressadamente o praticam     escravatura de sexo fácil     impaciência de fêmea desamparada

o relógio bate e tu já não és contável no meu futuro
entre o nascer e o morrer foste um acidente     corpo negro     fraude de meu olhar sereno     omissão
a prova firmada de que nem só as gatas selvagens habitam promíscuos telhados de vidro esquartejados e de que o sémen derramado nem sempre é condignamente aproveitado

a aparência de harmonia angelical em vagina pútrida
a cegar tanta gente estúpida    a mim não     sempre soube

que santa só a madrugada





Sem comentários: