Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

LEMBRANÇA




lembro-me vagamente de quando aclamava o deus de jacob 
o verde dos lameiros brilhava ao sol matinal     as encostas da serra vestidas de ramarias eram menos agrestes e as velhas casas graníticas ruminadas pelos temporais mais acolhedoras
ressoavam trombetas pelos becos e vielas do lugarejo e os meus olhos estavam abertos às coisas renovadas pelo milagre dos dias
à cidade santa não se cerravam ouvidos e olhos     os ossos não mirravam na ruína das torres iluminadas pela sua face     
miseráveis na carne     abastados de alma
corriam-nos no sangue os milagres do egipto
vamos para a casa do senhor
gritávamos
saudades de sião
do alto dos céus pendiam anjos coloridos enquanto um único pastor com o seu rebanho espalhado pela colina colhia uma chuva de bênçãos
rei aclamado de moisés e aarão     clemente     compassivo     luz de verdade
o senhor dos exércitos
na minha conturbada mente
agora em debandada





Sem comentários: