Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

LETRAS NUAS




caminhámos com as mãos nos restolhos do pensamento
escutámos o ruído das facas que rasgam a carne dos inocentes

sede de beijos que se escondem no ventre do tempo pintado com uma chuva de cores
alizarina     naufrágio púrpura com a ilha celeste no campanário do horizonte

pelas brechas do telhado de colmo espreita um corvo pensativo reservado
pobre do penitente transfigurado em sonho de vida     piloto errante no mês em que as tempestades de lembranças se vazam nas fontes translúcidas

uma ponte romana
a ponta dos teus dedos toca a ponta dos meus
como se escrevêssemos uma carta
de um longínquo país para um outro mais longínquo ainda
palavras-mariposas     hoje e amanhã
letras nuas nesse manto de pura lã
como tu





Sem comentários: