Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

MIGRAÇÃO




desço o rio em árvore seca
a corrente de maré é o berço desta velhice medonha

a proa resplandece de bronze
dos céus jorram lágrimas azuis

o convés molhado
o mastro emproado
cabos inertes ferozmente mordidos pelo piano dos mareantes

mar e estepe
os benefícios da solidão na mesa oval
cabeça entre as mãos crispadas
hora de oração

sorrio
nas nuvens aves migratórias
como eu





Sem comentários: