Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

SONHO DE MENINO




um melro negro demora na espádua da estátua do amante em desespero

sopra uma brisa pálida na pedra acometida por um bando de aves em batalha

migalhas de amor
faces sem cor
lágrimas de dor

a eloquência da mudez do desengano
por debaixo do pano
ano após ano

ai dos que padecem no estorvo da carne solitária
que morrem cativos de si mesmos
com os dedos cobertos de oiro
sem que apreciado tenham aquele menino loiro que à lareira junto do fogo brinca absorto com as formas das labaredas
e que com as mãos cheias de pedras as arremessa ao céu julgando que são estradas para as estrelas





Sem comentários: