Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 2 de junho de 2014

PEQUENOS POEMAS




os dias deviam ser ronceiros
como lesmas sem rastro
ou veleiros em delicada brisa



três chaminés enormes
em perfeita quietude –
que desperdício



abomino telhas e soalhos
não assim o céu e o mar
na maresia que em mim nasce



para esta viagem
a melhor companhia
é o silêncio da solidão



sol do meio-dia 

no rio a imagem do céu
na cabecita da rã



dia de primavera –
as ruas sujas da cidade
ignoram-no



do longo e frígido inverno
nasceu fugaz primavera
como paixão de amantes



a seara na serra
é um mar verde
a ondular ao vento



no cemitério entre mortos
leio as inscrições da memória –
uma lágrima inunda os sepulcros



inverno chuvoso –
no campo alagado
dois cães fazem amor


http://www.homeoesp.org/livros_online.html




Sem comentários: