Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

domingo, 12 de outubro de 2014

DE TI TUDO TENHO E JÁ NADA ENTENDO



mão que vacila e paralisa no veludo desse corpo nu
a voz crepita no gemido da tua cintura
na penumbra prossigo
quebro o elo da tua entrega
avanço animal feroz na prisão de teu vestido
o delírio abrasa-me a alma
queima o espírito
e porta a porta   vez à vez
de ti tudo tenho
e já nada entendo





Sem comentários: