Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

domingo, 12 de outubro de 2014

NUA NO TERRAÇO



os meus dias são redondos e magros como mirtilos silvestres        framboesas do queixume      abrunhos tombam incertos nas palmas das mãos abertas      quero a marca dos teus caninos rente à minha vontade
a secreta arte
do caminhante do deserto
os rubis que se escondem
nas grutas cruéis
a cruz que nos prende à terra estéril
a vertiginosa cisterna esmeralda        lábios marítimos donde te ergues
agora é tarde      limito-me a escutar o som que se incendeia no teu corpo virgem      a saudação do teu regaço
o que teces e o que desfazes
ao luar
nua no terraço





Sem comentários: