Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

DIZIA QUE ERA CONDESSA



dizia que era condessa
e pelas horas mortas
dava a rata e a anilha
da mouraria a cacilhas
e havendo oportunidade
no grandela ou no chiado

alcatreira alfacinha
de cabeça aluada
andava de monco caído
à falta de pechota

foi da inglesa alfama
até às portas da lota
cheirou-lhe a hortaliça
levou-o para o quarto
mas o homem lambe-prato
viu encolher-se-lhe a pissa
ficou com a língua
num farrapo




Sem comentários: