Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

PAIXÕES DE OUTRORA



levanto-me e vou ao terraço        o frio geme nas águas do rio e há crisântemos nas luzes de navegação das embarcações suadas
penso nas paixões de outrora      no tempo em que nos olhávamos nas tardes rubras numa realidade sem fragmentos        passo os dedos pelos meus lábios ressequidos      por momentos sinto as bocas apaixonadas e silentes de todas as mulheres
um gosto salgado percorre-me as entranhas
na nostalgia dos insectos que tacteiam a epiderme indiferentes ao labirinto do corpo sofrido
não esperava a tua imagem        o dia curvo sulcado no círio da algazarra não fazia prever a sinuosa ilusão do teu corpo intocado 




Sem comentários: