Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

DISTÂNCIA





Se parto ou não não o sei
A distância é a do biombo que nos separa
Da cinza do pavio aceso na escuridão de suaves tecidos púrpura
A fremência do corpo em desesperança
A cama rubra deserta
Beijam-se as folhas de lótus
As nossas sombras sentam-se na colcha branca bordada pelo luar
Arrastando os ponteiros da volúpia na eternidade do encontro
Das nossas vestes suadas


Sem comentários: