Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

Pesquisar neste blogue

A carregar...

domingo, 26 de julho de 2009

MATÉRIA MÉDICA HOMEOPÁTICA





A Matéria Médica é um registo de sintomas, contendo o resultado das experimentações em organismos sãos, dos envenenamentos voluntários ou involuntários e da prática clínica, sendo complementar do Repertório na medida em que é auxiliada por este na escolha final do medicamento.

Nela vamos encontrar as alterações de saúde e os sintomas produzidos por uma dada substância, sendo essencial o seu conhecimento para a prática da homeopatia. Não queremos com isto dizer que se deve decorar ou memorizar a Matéria Médica. Deve-se saber manuseá-la e entender a sua estrutura. A memorização resulta e surge com os anos de prática clínica.

A repertorização sugere-nos alguns medicamentos que vão ser sujeitos a uma análise diferencial – nas Matérias Médicas –, com o intuito da descoberta do “simillimum” .

As Matérias Médicas a consultar nesta sede, não devem ser inferiores a três de modo a que o conteúdo de uma complemente as lacunas de outra.
Grosso modo, as Matérias Médicas dividem-se em três tipos:

- Puras.
- Semi-Puras.
- Clínicas.

Nas primeiras, os sintomas de cada medicamento são relatados na linguagem própria do experimentador - v.g. MM de Hahnemann.
Nas Semi-Puras, para além destes, estão descritos elementos relativos à observação clínica do autor - v.g. MM de Hering.
Por último, nas Clínicas, domina a observação clínica do autor, sendo utilizadas expressões próprias deste e não do experimentador - v.g. MM de Clarke.

Clarke, um dos maiores homeopatas anglófonos, cuja matéria médica se consubstancia como uma autoridade inequívoca e essencial, referia que o conhecimento preciso da sintomatologia de Sulphur, Lycopodium, Calcarea, Arsenicum, Thuya, Aconitum, Nux Vomica, Pulsatilla, Silicea, Hepar, China, Belladona e Bryonia, habilitava o prático a tratar com sucesso a maioria dos casos que encontrasse.
JOSÉ MARIA ALVES

Sem comentários: