Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

terça-feira, 28 de julho de 2009

PROVÉRBIOS ESCOLHIDOS - (B)





Babujado de cão faz o menino são, babujado de porco faz o menino morto.

Bafo de cão até com pão; bafo de gato que nem chegue a fato.

Baía de Todos os Santos: igreja por todos os lados e merda por todos os cantos.

Baiano, um por engano.

Baixos espíritos nunca acreditam em grandes homens.

Bala não traz letreiro.

Banana de manhã é ouro, ao meio-dia prata, de noite mata.

Barba não dá juízo.

Barco de muitos mestres dá na costa.

Barcos velhos, cornos velhos e mulheres velhas andam sempre no doutor.

Barriga vazia, coração sem alegria.

Barrigudo não dança, só sacode a pança.

Bastantes vezes se fazem por acaso as tolices mais felizes do mundo.

Batatas e filhas não se querem greladas.

Bater em ferro frio.

Bebe vinho mas não bebas o siso.

Bebeu, jogou, furtou: beberá, jogará, furtará.

Beleza e formosura nem dão pão nem fartura.

Beleza sem bondade, caldo entornado.

Bem-aventurados os pobres de espírito.

Bem decide sobre a guerra quem está longe dela.

Bem dizer e bem ouvir é a arte de conversar.

Bem estou com meu amigo que come seu pão comigo.

Bem fala o são ao doente.

Bem falar pouco custa e muito vale.

Bem manda quem bem obedece.

Bem parece a guerra a quem está longe dela.

Bem parece o bem fazer.

Bem parece o bem querer.

Bem prega Frei Tomás: façamos o que ele diz e não o que ele faz.

Bem prega quem bem vive.

Bem que se faz por temor não tem duração nem valor.

Bem querer e bem fazer muito importam para bem viver.

Bem torneada não há mulher feia.

Bem vai o barco quando o arrais canta.

Bem vestida, não há mulher feia nem bonita.

Bem-vindo o mal que vem sozinho.

Benditas sejam as visitas pelo prazer que nos dão e quando, afinal, elas se vão.

Bens de sacristão de Deus vêm e para o Diabo vão.

Besta é quem serve de escada para os outros subirem.

Bezerro de pobre não chega a boi.

Bispo em terra, fome ou guerra.

Boa árvore não dá ruim fruto.

Boa fama granjeia quem não diz mal da vida alheia.

Boa leitura a tristeza cura.

Boa noite após mau tempo traz depressa chuva ou vento.

Boa romaria faz quem em sua casa fica em paz.

Boca aberta, ou sono ou fome certa.

Boca fala, boca paga.

Bocado de mau pão, nem para ti nem para o teu cão.

Bocejo longo, fome, sono ou ruindade do dono.

Boda molhada, boda abençoada.

Boi bravo em terra alheia fica manso.

Boi manso, aperreado, arremete.

Boi sonso chifrada na certa.

Boi velho gosta de erva tenra.

Bolos e abraços de rapariga não se podem desperdiçar.

Bolsa de jogador não tem fecho.

Bolsa vazia afugenta amigos.

Bom advogado, mau vizinho.

Bom cobrador é mau pagador.

Bom começo é já metade.

Bom é Deus e está fechado no sacrário.

Bom é o jejum mas melhor é a esmola.

Bom é ter amigos, ainda que seja no Inferno.

Bom livro bom amigo.

Bom madeiro corta-se em Janeiro.

Bom rafeiro até à morte dá ao rabo.

Bom serás se morto estás.

Bom sono e boa comida acrescentam vida.

Bom tempo no Inverno e mau no Estio, mau ano de fome, bom ano de frio.

Bons dias em Janeiro enganam o homem em Fevereiro.

Bons ventos o levem e não o tragam mais aqui.

Borboleta branca, Primavera franca.

Brados de burro não chegam ao céu.

Braga reza, Porto trabalha, Coimbra estuda, Lisboa dorme.

Branco em Janeiro sinal de pouco dinheiro.

Branco ou preto, um porco é um porco.

Branco vem de Adão e negro não?

Brincadeiras de homem, beijos de burro.

Brincai com o asno dar-vos-á na barba com o rabo.

Burro não amansa nunca de todo, só se acostuma.

Burro velho não aprende línguas.

Burro velho não se amansa, acostuma-se, mas não é de confiança.



JOSÉ MARIA ALVES
http://www.homeoesp.org

Sem comentários: