Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE - SONETO DA PERDIDA ESPERANÇA



Perdi o bonde e a esperança.
Volto pálido para casa.
A rua é inútil e nenhum auto
passaria sobre meu corpo.

Vou subir a ladeira lenta
em que os caminhos se fundem.
Todos eles conduzem ao
princípio do drama e da flora.

Não sei se estou sofrendo
ou se é alguém que se diverte
por que não? na noite escassa
com um insolúvel flautim.
Entretanto há muito tempo
nós gritamos: sim! ao eterno.



JOSÉ MARIA ALVES
http://www.homeoesp.org

2 comentários:

Anónimo disse...

amei esse titulo representa muita umildade para as pessoas mais carente

José Maria Alves disse...

Boa tarde amigo(a)

Diga sim à Vida!
Diga sim ao Agora!
Diga sim ao Amor! e
o Eterno surgirá.

Abraço

Zé Maria Alves