Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 30 de maio de 2011

BERNARDO DE CLARAVAL



Pertence à escola mística. Nasceu em 1091, perto de Dijon, foi abade do mosteiro de Claraval, morrendo em 1153.
Monge cisterciense, é encarregado no ano de 1115, de fundar a Abadia de Claraval, a qual foi detentora de grande êxito. Fez com que a Ordem dos Templários fosse reconhecida no ano de 1128, tomou partido por Inocêncio II contra Anacleto, e conseguiu que as teses de Abelardo fossem condenadas.

Para S. Bernardo, a razão tem um valor reduzido, tal como o próprio homem, que se deve reconhecer como nada. Este deve optar pela vida ascética e pela prática mística.
O ser humano deseja conhecer, mas o conhecimento não é mais do que fútil curiosidade e as filosofias com as suas inglórias discussões, uma espécie de loquacidade repleta de vento.

S. Bernardo quer conhecer Jesus e a sua crucificação.

O último grau da contemplação mística é o da união da alma com Deus, quando este se digna descer sobre ela – êxtase –, o que ocorre quando o corpo é totalmente esquecido.


Estudo temático. Para um maior desenvolvimento e conhecimento de outros filósofos sobre os temas versados, ver no site »
www.homeoesp.org »
Menu » Livros online » Deus, Alma e Morte na História do Pensamento Ocidental.


Sem comentários: