Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

QUEM NO EGOÍSMO AMA QUER SEMPRE SER AMADO



é tão breve a vida        e se houver vida eterna como será a eternidade da alma
- mas eu nem sequer sei se tenho alma –
e quem é que se salva
o mundo engana-nos   confunde-nos      tudo acaba
penso agora com pensamentos fugazes que já vi partir os meus melhores amigos        onde estarão        onde estás tu meu pai      também tu nos disseste adeus e eu impotente paralisado pelo terror a ver o teu passamento      voltarei a ver-te      não sei
ter-nos-á deus criado para vida tão dificultosa e para a perdição
- que sei eu de deus e da alma        nada –
terei de morrer para saber      digo-o não sei se bem se mal
que fiz eu da minha vida      quando esquadrinhares jerusalém com candeias acesas irás encontrar-me como um degredado a cabeça nas mãos os olhos cerrados encarcerado por uma legião de demónios no coração do pecado
que sei eu de mim      nada
o dia finda as horas escasseiam      preocupo-me com os meus bens e aparência      amores que tenho e tive      os meus miseráveis escritos que a ninguém aproveitam      os meus quadros        borrões de cores
sem certezas sinto-te longe ou escondido        porque te escondes senhor dando-nos por testamento tão atrozes dores
permite que sem hipocrisia nesta noite assaz escura profira a tua oração e possa dormir em hora tardia contigo ao lado
porque quem ainda ama no egoísmo como eu amo quer sempre ser amado




Sem comentários: