Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

sábado, 11 de outubro de 2014

A CHAMA DOS CORPOS



a nudez arrasta-se lânguida pelos candelabros do salão antigo        eu conheço a chama dos corpos vivos a febre do esperma a cobrir o dorso das palavras que se constroem na rigidez dos membros        bebo o vinho da tua boca rasgada        num mar revolto de desejo oferto-te os meus braços e invento um poema com o sabor do sal das ínsuas        beijo-te a boca cravo os meus dentes nas letras ritmadas
sugo-te o ventre
tenho sede      lava-me as entranhas      suga-me a vida





Sem comentários: