Este diário complementa o nosso site pessoal

( VER ETIQUETAS NO FIM DA PÁGINA )

USE O PESQUISADOR DO BLOGUE -

-

OS TRATAMENTOS SUGERIDOS NÃO DISPENSAM A INTERVENÇÃO DE TERAPEUTA OU MÉDICO ASSISTENTE.

ARTE

Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

MÁSCARA QUE SORRI




máscara que sorri na caçada às fêmeas evisceradas

o canto das estrelas ilumina os caçadores furtivos     a cauda de um cão no giestal     o silvado impenetrável

amiga quanto vale o teu peso se penetrar o meu corpo sedento e amarelecer a minha alma?
como o sol se retira para os esconderijos da noite assim te retiraste tu

num corcel enfurecido iludi a existência do amor     ah os fantoches do sexo outonal

brindámos com as taças vazias antes de adormecer no ventre do peixe
e reunimos com a exactidão possível as sílabas verdadeiras que o pai dos vinhedos espoldrados nos doou em tempos imemoriais
plumagem maculada do amor fazer





Sem comentários: